50 Anos sem C S Lewis (1898-1963)

NOTA:

O post abaixo foi escrito em 22 de Novembro de 2013, ocasião em que se comemorou o Jubileu de Ouro da morte de C S Lewis (Clive Staples Lewis). Na ocasião, não tinha planos de ter um blog especificamente sobre C S Lewis, razão pela qual publiquei o artigo em meu blog Liberal Space, em https://liberal.space/2013/11/22/50-anos-sem-c-s-lewis-1898-1963/. Agora, em que criei este blog, republico-o aqui, sem maiores alterações, como o primeiro post do novo blog.

C S Lewis morreu no mesmo dia (22 de Novembro de 1963) em que morreram duas outras pessoas famosas: John Fitzgerald Kennedy e Aldous Huxley. Ao morrer, Kennedy tinha 46 anos, Huxley, 69, e Lewis, 64 (faltando uma semana para completar 65). (Vide, no site On this Day, o artigo localizado em http://www.onthisday.com/deaths/date/1963/november/22.

o O o

50 Anos sem C S Lewis (1898-1963)

Hoje faz 50 anos que morreu C S Lewis (29-11-1898 / 22-11-1963). Escritor, acima de tudo. Especialista em literatura medieval. Escritor de livros para crianças. E teólogo que escreveu para o grande público. Dentro da teologia, foi um apologeta – um defensor do Cristianismo. Mas não foi sempre um defensor da fé cristão. Por um bom tempo foi ateu. Depois se converteu ao Cristianismo.

Trabalhou nas duas grandes universidades inglesas: Oxford e Cambridge. Mais em Oxford, onde trabalhou primeiro.

Durante a maior parte de sua vida foi um solteirão, que morava com seu irmão, historiador, também solteirão. [Chamo de “solteirão” uma pessoa mais velha que optou por não se casar.] Em 1956 se casou com Joy Davidman, uma escritora americana, divorciada, com dois filhos, dezessete anos mais nova que ele. Ela morreu de câncer quatro anos depois do casamento. A história da amizade, da admiração mútua, da parceria e finalmente do amor deles tem sido objeto de vários livros e de mais de um filme. O mais lindo deles, na minha avaliação, é Shadowlands (Terras de Sombra), em que Lewis é representado pelo incomparável Anthony Hopkins e Debra Winger faz o papel de Davidson.

Seu livro mais interessante, do ponto de vista teológico e apologético, é Mere Christianity Cristianismo Puro e Simples, em Português. Foi escrito durante a Segunda Guerra na forma de conversas ao rádio com as tropas ingleses que estavam no campo de batalha. É um bestseller até hoje.

The Chronicles of Narnia (As Crônicas de Narnia) já gerou quatro filmes de cinema, filmes de TV, programas de rádio. Lewis era amigo chegado de J. R. R. Tolkien, que escreveu a série The Lord of the Rings (O Senhor dos Anéis).

Um grande intelectual, um grande autor, um grande cristão, e, acima de tudo, um grande homem.

Em São Paulo, 22 de Novembro de 2013 (revisto em Salto, 1 de Agosto de 2017)

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s